Bandeira Protestante
Adoração em Espírito e em Verdade - significado
Última atualização em 15/11/2017
"Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem", (João 4: 23). Esta afirmação, embora bastante conhecida, ainda não é bem compreendida pela maioria dos brasileiros. Para compreendê-la, adequadamente, precisamos analisar em profundidade o significado individual das palavras utilizadas.
1- ADORAR: Muitas pessoas pensam que adorar é apenas orar e cantar louvores. Na verdade, isso é apenas cultuar; adorar é muito mais profundo do que isso. Veja que enquanto amar significa se relacionar com plena igualdade, seja na dor, na alegria etc; adorar significa submeter-se e servir, seja na dor, na alegria etc. (quem ama, divide, compartilha; quem adora, se prostra, se submete aos ensinamentos e ordenanças com total confiança).

2- ESPÍRITO: A palavra espírito está relacionada à alma, à parte do ser humano que não tem aparência física, mas controla todo o corpo de forma semelhante ao "software" nos computadores e robôs. Referir-se ao espírito, é referir-se a parte não-física, não-aparente, porém a parte mais importante dos seres humanos.

3- VERDADEIRO: A palavra verdadeiro significa sem falsidade, sem hipocrisia, sem vaidade e de coração puro, e bem-intencionado.


Então, a afirmação: "Os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito..."; em palavras mais simples, poderíamos traduzir assim: os verdadeiros servos servirão ao Pai, com boas obras nascidas no fundo da alma, isto é, com iniciativa própria e sem produzir aparências inúteis, tais como discursos demagogos, orações repetitivas, histerias em praça pública, etc.

Já a segunda afirmação: "Os verdadeiros adoradores adorarão o Pai... em verdade"; poderíamos traduzir assim: os verdadeiros servos servirão ao Pai... sem falsidade, sem hipocrisia e de coração puro, isto é, por entendimento e convicção, e não por obrigatoriedade desta ou daquela tradição.

Portanto, não é pelo que aparentamos nem pela obediência cega que faremos a vontade do Pai. O verdadeiro adorador segue a orientação de Deus buscando uma conduta pura e irrepreensível independentemente dos costumes, desta, ou daquela denominação. O extremismo, tanto no que diz respeito ao tradicionalismo religioso, quanto no que diz respeito a alucinações espiritualistas, não representa a vontade de Deus.

Sendo assim, se não é pela parte aparente que Deus nos avalia, então de que maneira poderemos identificar as pessoas que fazem realmente a vontade do Pai?

Na verdade, analisando apenas as aparências, é muito difícil de identificá-las. O verdadeiro cristão não se preocupa em produzir aparências. Observe a orientação de Jesus Cristo descrita em Mt. 6:3-7 "... quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a direita;... E, quando orardes, não sejais como os hipócritas;... Mas tu, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. E, orando, não useis de vãs repetições, como...". Portanto, não temos a capacidade e a legitimidade de julgar e condenar esta ou aquela pessoa por não possuir a "aparência cristã" que nós esperávamos. Precisamos meditar sobre isso antes de querer julgar quem vai para o céu e quem vai para o inferno, seja ao nosso redor, seja na nossa cidade, na nossa nação ou nas nações estrangeiras. Não podemos esquecer que é pelo fruto que se conhece uma árvore, e não pela sua aparência.

Se você tem a fé cristã, coloque-a em prática produzindo boas obras para o seu país. Lembre-se que obras, sem a fé, são geralmente equivocadas, inúteis e improdutivas. Por outro lado, a fé, sem obras, é morta. Seu país precisa de você e das suas boas obras, não se omita.
continuar lendo

Valvim Dutra - Autor do Livro Renasce Brasil


Copyright - A republicação dos artigos deste site é permitida desde que citada a fonte com um link para a página original.

Nota: Este artigo é a expressão do pensamento e opinião pessoal do autor, resguardada e protegida pelo direito constitucional inviolável da liberdade de expressão no Brasil. O autor é o único responsável pelas ideias e opiniões expressas acima.

Link Patrocinado
Link Patrocinado
Receba atualizações
Insira seu email para receber atualizações
« Artigo anterior: Os profetas na Igreja e na sociedade - Estudo bíblico
» Próximo artigo: Batismo com Espírito Santo e Pentecostalismo
Menu de Navegação
Mensagens Cristãs Protestante
  »  Fale conosco
  »  Mensagens fortes, porém necessárias:
Você está aqui
Projeto Renasce Brasil
Importante: Os anúncios tipo links patrocinados são publicidades externas, automatizadas, e eventualmente podem não refletir os objetivos e ideais deste site.
☰ Menu ⇅
voltar ao topo ↑